Para evitar problemas e acidentes na pista, é importante realizar manutenções preventivas. Manutenções essas que muitas das vezes as pessoas acham que geram gastos, por terem que levar o veículo até um profissional qualificado, porém, existe alguns itens de checagem que podem ser avaliados sem sair de casa. Confira!

Freios

Para checar o freio do veículo é bem simples, basta observar ao dirigir se os pedais estão duros, com trepidações ou barulhos estranhos. Se estiverem moles, podem ser desgaste nas pastilhas ou defeito no cilindro mestre.

Depois dessa checagem, é necessário solicitar uma avaliação detalhada para detectar os níveis de fluídos e eventuais vazamentos.

Luzes

É importante fazer a avaliação de todo o sistema elétrico como: faróis, lâmpadas e fusíveis, bateria, motor de partida e alternador do veículo. Faça testes de “pisca-pisca” com intervalos de 10 segundos nas luzes altas e baixas, nos faróis de milha, lanternas, luzes sinalizadoras e luzes internas. E assim será possível identificar se as luzes e todo o seu sistema elétrico encontra-se com problemas ou não.

Pneus

Através de sinais é possível identificar se os pneus estão gastos ou não. Esses sinais variam de veículo para veículo, e são apresentados através da marcha, quando o volante tem uma vibração invulgar e até mesmo quando o tempo da distância de frenagem é maior. Por isso, é importante fazer a checagem dos pneus mensalmente, além de mantê-los calibrados, incluindo o estepe.

Clique aqui e saiba o momento certo de trocar os pneus do seu veículo!

Velas e cabos

A funcionalidade dos cabos das velas é transmitir a energia do distribuidor até as velas. Para isso é necessário que o motorista verifique com frequência o estado das peças com cuidado. O recomendado é examinar as velas a cada 10 mil km e a troca dos cabos a cada 50 mil km.

Caso esteja com dificuldade para dar partida, comandos atrasados, motor morrendo constantemente fique atendo, pois, são falhas no sistema do seu veículo que quando verificadas com antecedência é evita a troca de velas ou cabos sem necessidade, sem comprometer a vida útil de outros componentes.

Cada modelo de veículo e motor apresenta um tipo de vela e cabo correspondente, fique atento a esse detalhe!

Clique aqui e confira tudo sobre cabo e velas!

Correia dentada

Normalmente os problemas com a correia dentada aparecem sem aviso, mais se o seu carro funciona bem e depois o motor para de repente com estalo e não ligou, provavelmente é a correia dentada. Portanto é necessário fazer a verificação da correia dentada em média a 15 mil km, podendo apresentar desgastes, com necessidades de trocas.

Radiador

O radiador está relacionado com a durabilidade do motor e não precisa ser trocado constantemente por ser uma peça bem durável e que dificilmente causa problemas. O recomendado é que fique atento ao nível de água e a sua coloração.

Suspensão

Problemas com suspensão podem comprometer o desempenho do veículo, reduzir a sua vida útil, além do condutor e passageiros sentirem os impactos dos buracos de rua, o veículo fica exposto a acidentes no trânsito. Para verificar se está com problemas na suspensão do seu veículo é simples:

Observe os barulhos fortes emitidos pela suspensão do veículo;

Instabilidade na direção, é importante verificar o alinhamento e balanceamento das rodas a cada 10 mil km.

Observe se os pneus não estão desgastados;

Verifique se consta vazamentos;

Observe se as molas estão danificadas.

Gostou das nossas dicas? Com certeza depois dessas dicas ficará mais fácil realizar manutenções sem gastar muito, e o melhor: poderá ir até um profissional caso seja necessário, entendendo as falhas do seu veículo. A Selfcar preparou um checklist prático para você levar junto na hora de fazer a revisão do seu veículo. Aproveite!

Quer saber mais? Confira no nosso blog as novidades que preparamos toda semana para você.

Selfcar tão rápido que nem parece online.