Cada peça do veículo tem a sua importância e as suas respetivas funções. Entre essas peças, temos o rolamento automotivo, que tem a função de fazer com que as rodas girem sem sofrer atritos, auxiliando na movimentação do carro.

Localizado no eixo traseiro dos automóveis, eles têm grande importância e a sua manutenção deve ocorrer a cada 20 mil quilômetros. Explicaremos logo abaixo mais sobre esse assunto, confira!

Quando realizar a troca?

Os rolamentos têm vida útil que gira em torno dos 70 mil quilômetros rodados, porém, para as pessoas que andam em vias com más condições (muitos buracos ou ondulações), essa troca acontece antes desse prazo. É necessário fazer uma verificação constante, pois, as peças sofrem desgastes através do impacto recebido pelas rodas no solo.

O ideal é que a manutenção seja realizada a cada 20 mil quilômetros.

É muito importante atentar-se nas condições em que essas peças se encontram, pois, quando o rolamento está quebrado, faz com que as rodas travem com o veículo em movimento, resultando em graves acidentes. Através de barulhos específicos nas rodas é possível identificar se a necessidade de troca, um exemplo é: sons de atritos entre metais.

Para saber se tem algo errado, você precisará de um macaco que permite que as rodas girem livremente. Gire com as próprias mãos para localizar a origem e preste atenção no som, se ouvir um barulho como o de metal raspando, este é o momento de trocar. Leve o veículo até um mecânico para que verifique com mais precisão.

Lembre-se que os maiores inimigos do rolamento são o calor e a umidade, por isso, essa peça precisa estar sempre lubrificada. Os rolamentos atuais já vêm selados, isso cria uma resistência contra o líquido. Quando o selo quebra, o rolamento começa a fazer barulho.

Como aumentar a vida útil do rolamento automotivo?

É importante estar atento na verificação do alinhamento correto do veículo, se está no momento de realizar a troca dos pneus, se os amortecedores não estão com problemas, se a suspensão não está danificada, ou seja, todas as peças do seu veículo devem estar no funcionando corretamente. Realizando as manutenções corretas a duração do rolamento do veículo pode durar até 70 mil quilômetros sem comprometer a sua segurança.

Modelos de rolamentos automotivo

Os modelos de rolamentos são ideais para cada veículo, de acordo com as suas características. É importante entender, pois, são os rolamentos que vão definir as propriedades de rodagem. Por isso, listamos os principais existentes e as situações que são indicados.

1° Rolamento de agulhas

O rolamento de agulha é resistente a pancadas, porém, quando percorrem caminhos mais longos, tendem a ser menos resistentes. Possui alta capacidade de carga, por isso, são indicados para uso em rodas de veículos de equipamento de transporte, principalmente na parte de câmbio, com diversas medidas, na parte de troca de marcha.

Os rolamentos devem ser instalados a uma baixa ou média altura, e os condutores têm de estar atentos quanto a rodagem, pois, eles suportam deslocamento a uma velocidade máxima de 4 km/h.

2° Rolamento Liso

O rolamento liso é o mais simples, sendo muito resistente a pancadas. São indicados para veículos que rodam em baixa velocidade e que percorrem pequenas distâncias, pelo fato dos materiais no qual são fabricados, não serem corroídos facilmente.

3° Rolamento Esfera Duplo Selado

São usados em várias aplicações como alternador, motor, câmbio, rodas dianteiras e traseiras, etc. Tem como principal função fazer com que todos os movimentos feitos pela roda tenham um melhor desempenho, facilitando o deslocamento do veículo.

4° Rolamento rígido de esferas

As características do rolamento rígido são as opostas do rolamento de agulha, pois, são indicados para rodar com muito peso e possuem um melhor deslocamento por conta das esferas.

O importante é manter o carro sempre revisado, pois, problemas no rolamento são de grande risco. E se o seu veículo é antigo o cuidado precisa ser redobrado.

Pensando nisso, a Selfcar preparou o estoque com as melhores peças e promoções para você adquirir as suas. Confira!

Ficou com alguma dúvida sobre os tipos de rolamentos? Manda pra gente por meio dos comentários!