O sistema de escapamento é muito importante para manter o bom funcionamento do motor, e a fuga de óleo no tubo de escape é um problema comum em carros mais antigos ou desgastados.

Por isso, listamos dicas que auxiliam a determinar a causa de uma fuga de óleo no tubo de escape do carro. Confira!

Limpeza no interior do tubo de escape

Para manter o bom funcionamento do veículo é necessário fazer a remoção de pedras e resíduos encontrados no tubo de escape.

O processo de limpeza no interior do tubo é simples! Utilize um pano seco e remova toda a sujeira de dentro da ponta do escape. Certifique-se de que o escape não está quente antes de fazer isso. Coloque o pano sobre os dedos e esfregue o interior do escape para remover qualquer excesso de sujeira. Não umedecer o pano, já que a água no tubo de escape irá acelerar o processo de oxidação. Esse processo, evita maiores danos e contribui com a vida útil do carro.

Extremidade do tubo de escape

Para verificar a extremidade do tubo de escape é necessário passar o dedo no interior do tubo e identificar a quantidade de fuligem acumulada. Se constar fuligem em excesso, o seu veículo não irá corresponder de forma adequada, pois, as velas de ignição e o fechamento das válvulas vão falhar, além das falhas nos sensores do escapamento.

Verifique a cor da fumaça no escapamento

A cor da fumaça é indicação de possíveis problemas no seu veículo, por isso é muito importante verificar qual a cor da fumaça está saindo do escapamento do seu carro.

Se a fumaça estiver com uma tonalidade escura e densa pode ter danos na bomba injetora, nos bicos e também na câmera de combustão. Isso ocorre devido ao catalizador que não queima o óleo do motor completamente, enviando-o assim pelo tubo de escape.

Caso seja da cor azul, se prepare que o problema é muito mais sério do que poderia imaginar! A saída da fumaça na cor azul, significa que o óleo do cárter está sendo queimado, isso influência no desgaste no motor que possivelmente deve ser trocado.

A fumaça também pode aparecer na cor branca em motores ciclo Otto, indicando uma mistura do óleo que não foi queimado. Através do cheiro forte de combustível no ar próximo ao escapamento é possível identifica-lo. Para resolver esse problema, descubra em qual local está a falha, observando a câmera de combustão situada no motor e se existe fuga de óleo. Caso tenha, é sinal de que os anéis de óleo do pistão estejam (estão) desgastados, portanto, leve imediatamente o seu carro a um mecânico especializado para que seja feita a troca dos anéis de óleo do pistão para que assim não ocorra fuga de óleo.

Verifique as válvulas

As válvulas do motor têm como função manter o bom funcionamento de um automóvel, sendo responsáveis pela entrada e saída de ar no motor. Elas impedem que o óleo entre na área de combustão.

Verifique a junta do cabeçote

Situada entre o bloco dos cilindros do motor e a cabeça, o líquido de refrigeração da cabeça do motor pode fluir para dentro da câmera de combustão e assim conduzir a fuga de óleo no tubo de escape. Caso isso aconteça, pode ser que a junta do cabeçote esteja queimada, por isso, é muito importante verifica-la, para que o seu veículo não sofra maiores danos!

Colocar óleo dentro do escapamento aumenta a durabilidade?

Dizem que colocar óleo no escapamento faz com que ele dure mais tempo, porém, essa técnica não é recomendada, e pode danificar o silenciador e fazer com que o catalisador fique inoperante. Se a sua pretensão é realizar a venda do seu veículo, o comprador poderá interpretar que o motor esteja comprometido e assim não irá conseguir vender. O ideal é que seja realizada inspeções periódicas e se atentar à qualidade do combustível.

Dicas de como trocar o óleo e o filtro do seu veículo. Clique aqui e saiba mais!

Escapamentos de carros a diesel

O sistema de escapamento dos motores a diesel é mais duradouro, se comparado aos modelos a gasolina ou álcool. Mas isso não significa que os motores estejam livres do excesso de água no diesel, o que pode influenciar que os canos e silenciadores enferrujem.

Lembre-se: o que faz com que o a vida útil do sistema de escapamento seja longa é o tipo de combustível.

Seguindo essas dicas para identificação da fuga de óleo no tubo de escape, você consegue manter o bom funcionamento do seu veículo evitando maiores danos e economiza em manutenções do seu veículo!

Quer saber mais? Clique aqui e saiba como resolver os problemas do seu carro sozinho, sem precisar ir todas as vezes em um mecânico!