Como comparar carros e fazer a melhor escolha ao comprar?

*/?>
114

Se você está pensando em comprar um carro, mesmo que usado, deve estar se perguntando como comparar carros para conseguir o melhor custo benefício. Como comparar carros e preços é a melhor forma de não sair no prejuízo na hora de fazer essa escolha, existem alguns pontos que devem ser levados em consideração.

Saiba mais no artigo a seguir!

O que devo observar na hora de comparar carros?

Muitos compradores escolhem o carro com base apenas na emoção, seja por realização pessoal ou status social.Em outros casos, por não saberem bem como avaliar um veículo, muitos motoristas acatam de cara o que diz o garageiro, que nem sempre é confiável, ou pagam uma oficina pra fazer o serviço.

Independente da natureza, um erro assm pode custar caro e na hora de escolher seu novo automóvel você precisa de estratégias, como comparar carros. Antes de começar, é preciso definir se você vai comprar um carro novo ou usado, já que essa informação vai influenciar o que levar em consideração.

Decidido isso, fica a questão: o que olhar na hora de fazer a comparação?

Custo de depreciação

Uma das coisas mais importantes para se olhar na hora de comparar carros é o custo de depreciação. Geralmente, carros importados tendem a depreciar mais do que os modelos fabricados no país e a diferença pode ser desanimadora, principalmente se você tem planos de revender. Alguns modelos podem perder mais de 50% de seu valor original em dois anos.

Por isso, é muito importante ficar atento aos valores apresentados pela tabela FIPE e na lista de veículos mais desvalorizados de cada ano. Assim, você evita perder dinheiro ao fazer a compra de um veículo.

Garantias

A maioria dos carros novos vem com uma garantia de fábrica de pelo menos 5 anos, sem limite de quilômetros rodados. Essas garantias cobrem tudo o que estiver de errado no veículo, incluindo o desgaste natural de algumas peças, como pastilhas de freios, baterias e pneus.

Alguns fabricantes oferecem garantias maiores, com cobertura e valores melhores, então, ao comparar carros, preste atenção no tempo de garantia de cada um e o que entra na cobertura.

Custo de manutenção

Outro fator que você precisa considerar são os custos de manutenção. Alguns veículos precisam de mais manutenção que outros pois apresentam alguns defeitos recorrentes, ou têm a manutenção mais custosa, pois possuem peças mais caras, o que pode fazer com que, a longo prazo, o veículo pese no seu bolso.

Para comparar esses custos, entre em contato com revendedores e oficinas locais, e questione sobre a manutenção periódica do veículo e a programação de revisão segundo o fabricante.

No caso dos carros usados, é bom observar a idade do veículo e se ele ainda está no período de vigência das manutenções gratuitas oferecidas por algumas concessionárias. Isso pode ajudar a reduzir os custos de manutenção, pelo menos no primeiro ano.

Como comparar carros pelo estado de conservação do veículo?

Como comparar carros analisando o motor

De todas as comparações, essa é uma das mais importantes. Afinal, você não quer comprar um carro para ter mais trabalho com ele, certo?

Comparar carros pelo estado de conservação e manutenção vai muito além de olhar o exterior do veículo. Você precisa olhar as peças internas, que comandam o funcionamento, como motor, injeção, filtros, fluidos e correias, ficar atento a possíveis barulhos estranhos que podem indicar problemas, estado de conservação das rodas, etc.

Algumas pessoas costumam disfarçar os defeitos de forma superficial, polindo a lataria ou trocando o óleo do motor. Por isso, é preciso estar atento para evitar levar para casa uma bomba relógio.

Quilometragem rodada

Quanto mais quilômetros você anda, mais manutenção o veículo precisa – nada mais natural do que o desgaste pelo uso.

Algumas revendedoras costumam abaixar os preços de veículos muito rodados e que não receberam a manutenção apropriada. Por isso, não adianta se deslumbrar com aquele modelo completo por um preço muito abaixo do mercado, pois algo pode estar errado. Além disso, um carro com alta quilometragem terá seu valor ainda mais reduzido quando chegar a hora de você revendê-lo, o que pode até impossibilitar a transação.

Como comparar carros de diferentes modelos?

Se você está em dúvida entre diferentes modelos de carro é preciso avaliar suas vantagens e desvantagens e o que cada um oferece. Como comparar carros diferentes pode ser meio impreciso, pensamos em algumas categorias que podem te ajudar.

Como comparar carros olhando potência e equipamentos?

Comparar a potência do motor e os gastos com combustível é o ponto principal na hora de comparar modelos diferentes. Motores 1.0 costumam ser mais econômicos que os 4.0, por exemplo, e aí você precisa fazer a escolha a partir do que é prioridade pra você. Seguindo essa mesma lógica, alguns equipamentos – ou a falta deles – influenciam tanto no desempenho como no valor final.

Equipamentos como rádio, ar condicionado, computador de bordo e bancos de couro devem ser levados em consideração. Alguns modelos podem vir completos e por um preço excelente, e às vezes é mais vantajoso comprar um carro usado com mais recursos do que um novo sem conforto algum.

Tomando a decisão final

como comparar carros

Agora você já entende que não adianta ser apaixonado por um Porsche, se o carro que atenderá melhor as suas necessidades seria um Fiat Mobi, por exemplo.

Saber como comparar carros evitará um dos maiores problemas entre os donos de carro, que é investir sem saber direito o que, de fato, está comprando. Mais do que a satisfação imediata ou a aparência externa, é importante considerar como o carro está internamente, seu valor a longo prazo, e suas prioridades.

A Selfcar quer que você conheça e entenda o seu carro, de forma inteligente. Agora que você já sabe como comparar carros, saiba mais sobre como comprar carro usado na garagem e troque de carro ainda em 2019!