Não dá pra negar que o brasileiro tem verdadeira paixão por carros antigos. Mesmo com o passar dos anos e com os muitos avanços na tecnologia, os carros clássicos seguem marcados no imaginário e possuem um lugar especial no coração e na garagem de muitos motoristas.

Uma fatia de mercado cada vez mais lucrativa, os carros antigos seguem uma tendência contrária à dos veículos novos, que são desvalorizados pelo uso. Uma pesquisa da FGV mostrou que os modelos fabricados até a década de 70 saíram na vantagem com uma valorização de até 135% acima da Selic, taxa base que movimenta a economia automotiva.

Seja pela emoção de poder manter um veículo na família ou pela paixão de guardar um carro antigo cheio de histórias, os brasileiros são apaixonados por essas relíquias cada vez mais procuradas por entusiastas e colecionadores.

Você sabe quais são os carros antigos mais populares no Brasil?

Carros antigos mais procurados pelos brasileiros

Na contramão dos veículos modernos, que tendem a ser trocados a cada dois anos, os carros antigos geralmente possuem um único dono ou são vendidos poucas vezes. Por isso, a procura por carros antigos é muito maior do que os modelos disponíveis para venda.

Entre os mais procurados estão modelos como Maverick, Kombi e Opala. Saiba mais sobre eles!

Chevrolet Opala

carros antigos

Não é segredo que existem pessoas verdadeiramente apaixonadas pelo Opala. Os opaleiros estão por todos os lugares e a maioria leva anos para conseguir um modelo excepcional.

Criado em 1966, foi o primeiro projeto nacional da Chevrolet com quatro portas para o mercado brasileiro. O modelo, inspirado nos veículos quatro portas alemães, chegou ao Brasil em 1968 e foi sucesso de vendas.

Inovador em todos os quesitos, o Opala chegou ao mercado em quatro versões: Duas Simples, Duas de Luxo, com quatro ou seis cilindros e bancos únicos, que comportavam até 6 pessoas no carro.

Até o ano de 1975, o Opala SS era produzido com motores até 4.1. A partir daí, a Chevrolet adotou as mudanças dos pilotos Bob Sharp e Jan Balder e equiparam os modelos com carburadores Weber DFV 446, dando origem ao Opala 250-S que ganhou popularidade e foi produzido até o ano de 1986.

Volkswagen Fusca

Carros antigos

Primeiro carro fabricado pela Volkswagen na década de 1930, o Fusca foi criado com a intenção de ser barato e de fácil manutenção. Com popularidade na Europa, chegou ao Brasil na década de 1950, se tornando um dos poucos modelos a já terem ocupado mais da metade da frota que circulava nas ruas brasileiras diariamente.

A produção do Fusca foi interrompida em 1986 e retomada em 1993 por sugestão do então presidente do Brasil na época, Itamar Franco. Em 1996 as últimas unidades chegaram às ruas e a VW interrompeu novamente a produção.

Volswagen Kombi

Carros antigos

Lançada com a intenção de ser, assim como o Fusca, uma versão mais em conta para o transporte, a Kombi possui uma estrutura simples e robusta, o que faz dela um dos carros antigos mais resistentes.

Apesar de ser um dos carros antigos mais clássicos, a fabricação da Kombi foi interrompida apenas em 2013, após a legislação de trânsito tornar obrigatória a presença de airbags para motoristas e passageiros nos veículos novos de fábrica. O projeto original da Kombi não possuía estrutura para se adequar às normas e por isso a produção foi descontinuada.

Ford Maverick

Carros antigos

Um dos primeiros carros com design esportivo e motor V8, o Ford Maverick ganhou o coração dos brasileiros com o ronco clássico de motor que vai de 0 km/h a 100 km/h em pouco mais de 10 segundos.

A produção durou cerca de 6 anos durante a década de 1970 e pouco mais de 100 mil unidades foram vendidas no Brasil. Mesmo tendo menos sucesso nas vendas se comparado com os Estados Unidos, o Maverick se tornou sinônimo de estilo e requinte entre os colecionadores de carros antigos.

Volkswagen Passat

Carros antigos

Considerado uma revolução tecnológica nos anos 70, o Passat foi o primeiro veículo com motor refrigerado a água no Brasil. O modelo da primeira geração vinha apenas com duas portas e, na segunda versão, ganhou versões com quatro portas e abastecimento com etanol.

O Passat se tornou tão popular que é fabricado até hoje, e sua linha já conta com dez versões, uma delas lançada em 2019, considerada, hoje, o modelo mais equipado da categoria.

O que faz um carro ser considerado antigo?

Primeiramente, carro antigo não é a mesma coisa que carro velho! Os carros antigos possuem lataria e peças originais e, muitas vezes, carregam até mesmo a pintura de fábrica.

Segundo a Federação Brasileira de Veículos Antigos, para ser considerado um carro antigo o veículo precisa ter mais de 30 anos de fabricação, até 70% das peças originais, estar em perfeita condição de funcionamento, ter a manutenção em dia e de qualidade e, em alguns casos, possuir a placa preta para carros clássicos de coleção.

Cada modelo vem carregado de histórias, mas também vem com uma grande responsabilidade de manutenção. Por isso, tomar alguns cuidados com os carros antigos se torna mais que necessário.

A grande maioria dos colecionadores de carros antigos possuem uma vantagem enorme sobre os motoristas comuns. Os carros antigos geralmente rodam menos nas ruas, e portanto sofrem menos desgaste de peças, barateando a manutenção.

Mesmo assim, é preciso ter fornecedores de confiança e oficinas especializadas para que o seu carro não perca o valor. Afinal, ninguém quer ver um Opala com o motor desafinado!

A Selfcar possui peças de qualidade para os mais variados modelos de carros antigos, para que você possa fazer a manutenção periódica do seu veículo sem precisar gastar muito dinheiro com isso.

Peças de carros antigos, com preço justo e qualidade é na Selfcar!