Como o carro funciona? Desde bater a chave até o motor ligar

*/?>
423
como o carro funciona

Você tem curiosidade de entender como o carro funciona? Quando você bate a chave, sabe como isso faz o motor pegar? Existem muitas peças e processos no meio do caminho e conhecer todos eles ajuda na hora de fazer a manutenção por conta própria.

Quer aprender como o carro funciona começando na partida até ele andar? Então vamos lá!

Como o carro funciona: dando partida

A primeira coisa que você faz quando entra no carro é colocar a chave no contato e dar a partida, certo? Mas como o carro funciona a partir daí?

A chave, ao ser acionada, liga o sistema elétrico do carro e começa a puxar energia armazenada na bateria. Essa eletricidade fica guardada em baixa tensão, que é então transformada em alta tensão pela bobina.

Uma vez transformada, a energia elétrica vai seguir para o distribuidor, que é parte do sistema de ignição. Ele determina a hora certa da energia elétrica ir para as velas de ignição, que produzem uma fagulha que vai estourar o combustível no motor.

O papel da injeção eletrônica ou carburador

Ao mesmo tempo que ativa a parte elétrica que irá resultar na fagulha da explosão, a batida da chave faz a energia da bateria ser enviada para o sistema de injeção eletrônica ou para o carburador.

Carro com o capô aberto mostrando o motor: injeção eletrônica ou carburador influenciam como o carro funciona.

A bomba de combustível é a primeira coisa a ser ativada. Ela cria uma diferença de pressão que retira um pouco do combustível do tanque e envia para o filtro de combustível, onde o líquido é filtrado de suas impurezas.

A partir daí, as coisas variam entre o carburador e a injeção eletrônica. No carro com carburador, o ar aspirado pelo pistão vai puxar uma quantidade de combustível da chamada cuba, que é misturado ao ar pelo processo e vai parar dentro do pistão, onde explode em contato com a fagulha da vela de ignição.

Dentro do carburador existe uma peça chamada borboleta que irá regular a quantidade de entrada de combustível na cuba dependendo de comandos do pedal do acelerador.

E como o carro funciona com injeção eletrônica? Nesse caso, o sistema é controlado totalmente pela parte elétrica do veículo, que usa uma bomba interna para puxar o combustível e misturar com o ar, que é então empurrado pelo bico injetor para dentro dos pistões.

Os fabricantes escolhem usar a injeção eletrônica na maioria dos carros atuais porque essa peça possui vários sensores que permitem acertar a quantidade de ar da mistura. Como o carro funciona basicamente à base da mistura de ar e combustível, isso reduz o gasto e também gera menos poluição.

A explosão e a conversão da energia em movimento

Depois de receber a mistura de ar e combustível da injeção eletrônica, o motor recebe a fagulha da vela de ignição, o que causa a explosão que vai empurrar o pistão para baixo. Esse é o processo que gera a energia.

A cabeça do pistão, sendo empurrada para baixo, gira uma peça chamada virabrequim, que transforma esse movimento diretamente para baixo em rotação. Essa peça, por sua vez, está conectada à embreagem do carro.

O sistema de embreagem é um regulador da força do veículo. Ele conecta a rotação do virabrequim com o eixo do carro, que por sua vez faz as rodas girarem.

Quando você liga o carro, precisa sair da situação de inércia. Como o carro funciona de formas diferentes dependendo da velocidade, o ideal é conectar a embreagem na primeira marcha, que transforma o giro do virabrequim mais em força do que em velocidade.

Carro com fumaça nos pneus: a velocidade muda como o carro funciona.

Uma vez que o carro começa a andar, as outras marchas podem ser usadas, trocando aos poucos a força por velocidade.

Sistema de exaustão e peças importantes para o funcionamento

Como o carro funciona com uma combustão, é preciso fazer algo com a fumaça que sobra da explosão. Ela é uma combinação de gases tóxicos à uma alta temperatura e precisa ser jogado no catalisador antes de sair pelo escapamento.

Nós já falamos que de um lado do virabrequim fica conectada a embreagem. E do outro? Bem, como o carro funciona a partir de uma série de comandos elétricos, é preciso gerar essa energia para não trocar a bateria a cada semana. Isso é função do alternador, que está ligado do outro lado do virabrequim.

Como você deve ter percebido, ao dar partida no carro é exigida uma grande quantidade de energia para acionar a bomba de combustível, a injeção eletrônica, a vela de ignição e etc. Por isso, cuide sempre da bateria do carro para evitar problemas.

Gostou de aprender mais sobre como o carro funciona? Então vem conhecer nossas dicas de manutenção no blog!