carro passando pela ruas alagadas da chuva

Limpar o carro depois da chuva é muito mais do que simplesmente pra embelezar o veículo: é uma questão de proteger a pintura e o investimento feito no seu automóvel.

As chuvas podem também carregar impurezas para dentro do carro e causar sérios problemas para várias peças do veículo.

Quer as nossas dicas de como se livrar desse problema? Então vamos lá!

Porque limpar o carro depois da chuva?

Durante a estação das chuvas fortes, é normal que a água suba e fique até a altura da porta do carro. Isso significa que a enchente esteve acima de várias peças, como o escapamento, os amortecedores, os eixos, entre outros, o que exige que você lave o carro depois da chuva.

A enchente não é composta apenas por água, mas também por várias sujeiras e impurezas que podem ficar no carro depois de seco e estragar as peças.

Por isso é tão importante limpar o carro depois da chuva, mas você pode fazer essa tarefa você mesmo e diagnosticar sozinho os problemas do carro.

O carro normalmente fica enlameado até a metade depois de uma enchente, é preciso limpar o carro depois da chuva.

Além disso, a água já não vem pura do céu: a poluição transforma parte dela em ácidos que podem, aos poucos, corroer a pintura do seu carro. Por isso, na hora de limpar o carro depois da chuva é importante lembrar de cuidar da lataria.

Dicas de limpeza do carro após a chuva

A primeira coisa a se fazer é verificar quais foram os estragos feitos pela chuva para saber o que será necessário fazer.

A verificação é muito fácil: comece olhando se o escapamento está cheio de lama. Se ele estiver, você vai precisar desmontá-lo e lavá-lo. Cheque peça por peça dele para ter certeza que não sobrou nada entupido.

Para a limpeza dos dutos do escapamento, você pode se utilizar de água mesmo, mas deixe secando ao sol ou acelere o processo com um pano para evitar que a água enferruje ainda mais as peças. Aliás, sempre que for limpar o carro depois da chuva, tenha certeza de deixar tudo seco depois.

Limpar o carro depois da chuva é necessário para que ele não sofra desgastes que derrubam seu valor.

Se o silenciador, o catalisador ou o abafador estiverem entupidos, você infelizmente vai precisar trocar.

Se o seu motor estiver muito sujo, pode ser preciso limpar peça por peça. Comece fazendo uma limpeza a seco da parte externa do motor.

Para a limpeza à seco, você vai precisar de WD-40 e um descarbonizante. Você encontra ambos em lojas de produtos automotivos. Também vai precisar de um desengordurante multiuso, pincéis de cerdas grossas e toalhas de microfibra. Você não deve usar água de forma alguma durante essa limpeza.

Comece limpando a parte interna do capô com o desengordurante e uma toalha de microfibra. Isso vai evitar que a sujeira nele caia novamente no motor depois de limpo. Use os mesmos produtos para limpar a capa do motor.

Em seguida, use o pincel para tirar os excessos de lama das peças, tomando cuidado para não desconectar nada.

Limpe a bateria com o descarbonizante. Como a limpeza a seco não usa água, você não precisa tirar os polos da bateria, mas deve usar luvas e sapato de borracha para sua própria proteção.

Limpe os componentes elétricos com o WD-40 e o pincel. Depois, tire o excesso do produto com uma toalha de microfibra limpa. Depois de terminar a limpeza à seco do motor, você pode querer limpar também os bicos injetores do carro.

Ao final de tudo, limpe e encere a lataria do carro para tirar os resquícios de barro e de ácido da chuva que podem corroer a tinta.

Pronto, seu carro está limpo! Gostou da dica? Então confira mais algumas no nosso blog!